Sesab volta atrás e diz que 17º paciente infectado por coronavírus não é médico

Fábio Vilas-Boas | Foto: Leonardo Rattes/Ascom Sesab

O secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, afirmou em uma publicação nas redes sociais, na manhã desta quarta-feira (18), que o 17º paciente era um médico que atuava em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Salvador, informação que foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Às 11h50 desta quarta, a Sesab voltou atrás e disse que o paciente não era médico.

Segundo o secretário, o 17º paciente está em casa e com boa evolução. A Sesab informou que houve um equívoco e a ficha de notificação do paciente foi retificada. Vários veículos de imprensa chegaram a divulgar a primeira informação, inclusive o Propagar News. A notícia já foi retirada do site. Um novo boletim da Sesab, emitido nesta quarta, informa que 18 casos da doença já foram confirmados na Bahia (veja aqui).